Democracia de verdade: workshop em Curitiba ensina jovens a identificar e combater fake news

 12 de agosto de 2019 -  0 Comentário

Iniciativa realizada pela DePropósito Comunicação de Causas é um dos dez projetos brasileiros selecionados e apoiados pelo Pacto pela Democracia 

O impacto que as notícias falsas geram na democracia será tema de um workshop com jovens estudantes de Curitiba e Região Metropolitana. De iniciativa de jornalistas da DePropósito Comunicação de Causas, a atividade foi eleita entre 211 propostas brasileiras para compor o conjunto de 10 Diálogos Democráticos que serão realizados pelo Brasil. O Pacto pela Democracia elegeu o projeto “Democracia de Verdade: deletando as fakenews” como uma das duas iniciativas apoiadas no sul do país. O objetivo é educar jovens de ensino médio e futuros eleitores para reflexão sobre o tema e orientação para cidadania, já que as chamadas fake news possuem 70% a mais de chance de “viralização” do que as notícias verdadeiras e o Brasil é o país que mais acredita em conteúdo informativo falso no mundo: 62% dos brasileiros confiam em informações inverídicas. 

A oficina será realizada na Elo Apoio Social e Ambiental como parte das comemorações pelo Dia da Juventude no dia 14 de agosto, quarta-feira, a partir das 13h30. Cerca de 60 jovens de até 18 anos serão beneficiados, incluindo 40 aprendizes do ONG Elo,  12 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e 10 alunos de escolas particulares. Segundo a jornalista fundadora da DePropósito, Ester Athanásio, o objetivo é enriquecer o debate com maior pluralidade e diversidade de público. “Acreditamos que a troca de experiências entre esses jovens de realidade distinta é fator determinante para eficiência da dinâmica que estamos propondo, assim como a diversidade de opiniões é fundamental para saúde do ambiente democrático”, comenta. A escolha pela faixa etária também é proposital. “Eles têm facilidade de compreensão da linguagem digital, estão prestes a se tornarem eleitores e podem facilmente replicar esse conhecimento em sua rede de convivência, família e escola”, explica. 

Durante o workshop, os participantes vão debater o impacto das fake news na política e entender como uma notícia falsa é construída e divulgada. Os jovens também terão a oportunidade de ouvir especialistas de diferentes áreas. O Doutor em Educação e professor de História Daniel Medeiros vai dar exemplos de fatos históricos que foram alterados em razão da circulação de notícias falsas, enquanto a Mestre em Direitos Humanos e fundadora do Instituto Aurora, Michele Bravos, discutirá como essas notícias afetam a garantia de direitos. Com experiência na administração pública, a Mestre em Políticas Públicas Natalie Unterstell vai comentar o prejuízo que a gestão pública sofre a partir da circulação de informações inverídicas e o jornalista Rogério Galindo, fundador do Plural, vai ressaltar a importância da liberdade de imprensa e da cobertura das eleições sem fake news. A iniciativa conta com o apoio do Instituto Aurora e Elo Apoio Social e Ambiental e oferece certificado de quatro horas de formação.